terça-feira, 24 de junho de 2008

A jovem de preto


Talvez aquela fosse a noite mais fria do ano. O arfar de sua respiração fazia com que o ar pudesse ser visto. O sangue, fervia nas veias. Ela sabia que precisava fugir, só não sabia exatamente para onde. Já não queria mais fazer parte daquele mundo, não queria mais dançar aquela dança e muito menos rezar aquela prece. Precisava fugir.
Porém, não era tão fácil assim sair dos domínios daquele reino. Era um reino que obrigava-a ficar por ali não com uma autoridade materializada, talvez um sentimento de que aquele reino era seu lugar, apenas isso. Estava confusa demais para ficar. Resolveu tentar achar uma rota de fuga. E tinha que ser já.
Correndo vagarosamente em silêncio gritante, foi-se a moça de preto, cuidando cada passo para que não fosse vista.
Quando estava quase chegando à ponte elevadiça, repentinamente, a porta abriu-se. Ela não identificara quem estava ali absorto a olhá-la. Assustado, suando frio e parecia deveras encantado. Ela simplesmente o olhou nos olhos e seguiu seu caminho.
Os passos dele cobriam os seus passos, ela sentia mesmo não conseguindo escutar tais passos. E como se já soubesse o que iria encontrar no fim da linha, deixou com que ele viesse, tão sem rumo quanto ela, para viver em liberdade na mais divina das prisões...

Observação: Imagem acima, criada com exclusividade para o RPG por Jouber D. Cunha

9 comentários:

José Antonio Klaes Roig disse...

Bem-vinda, Su. As histórias estão se entrecruzando. A jovem de preto promete. Cada personagem está se mostrando sutilmente. Gostei do plim. E que rolem os dados mais uma vez... hehehehe.

Freakie! disse...

hahaha eu tava dizendo pro Lê agora, que me deu o plim! lembrei da nossa conversa do meio-dia e da poesia que saiu de um plim! tu com essa mania de falar por metáforas só me ajuda! brigadão!

Andréia Alves Pires disse...

que legal!! :D estou gostando.. bjo, su!

Freakie! disse...

thanks, déia! \o/

Ana Matias disse...

Muito bom, Su!!

José Antonio Klaes Roig disse...

Oi, gurias, agora só falta um coro pro Leandro postar, e os dados começarem a rolar de novo no rpg. hehehe

Freakie! disse...

Tá faltando o plim no Leandro!

Bom, como falei pro Zé, tenho uma grande dificuldade em escrever contos, mas acho que agora vou pegar o jeito, uma vez que não precisamos terminar a história e sim acrescentar enigmas. Tá ficando muito show! Que dia vamos nos reunir pra falar do RPG? Tô todos os dias aqui na FURG, quem sabe rola um CC! =)

José Antonio Klaes Roig disse...

Oi, Su. Pois é, tenho algumas tardes livres na semana. O CC pode ser, otima idéia, já que os 5 são alunos da furg. Vamos combinar hj no msn a noitinha. Ver que dia e horário e melhor pra reunir a trupe RPG. Coloquei uns links no meu post O mago, como tinha comentado com a turma, comoa Déia sugeriu, pois vai ficando hipertextual e intertextual cada vez mais. Bjão.

Jow Lecter disse...

Tá bombando minha Gente e esse blog com essa história e muitas mais que escrevermos vai fazer muito mas muito sucesso!!!
VIVA E VIDA AO RPG E QUE ROLEM MUITAS E MUITAS VEZES OS DADOS!!